quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

"Mamãe" Jayne Mansfield

 Sempre que Jayne Mansfield era vista em Hollywood estava acompanhada dos filhos, a rainha das manchetes escandalosas parecia realmente ser uma ótima mãe pois até o último momento de sua vida estava em companhia de seus filhos. Enquanto outras estrelas (ou mesmo ricas mulheres comuns) contratavam babás ou empregadas para cuidar dos filhos Jayne fazia questão de leva-los aonde quer que ela fosse, e em sua casa eles circulavam sempre felizes. Apesar de seus escandalos na imprensa, ela estava lá sempre que eles precisassem, sempre com o beijo de "good night". Jayne foi casada 3 vezes oficialmente.  Primeiro com Paul Mansfield, depois com Mickey Hargitay e  por último seu empresário Matt Cimber Ottaviano. Ela teve 3 filhos com o segundo marido: Mickey Jr ou Miklos, Zoltan e Maria.

Jayne e seu segundo marido Mickey Hargitay.
Jayne Marie é filha de seu primeiro marido, de quem ela consevara o sobrenome. Com Ottaviano ela teve outro menino: Anthony Ottaviano, mas o casal divorciou-se um ano após o casamento, e teve uma longa briga judicial pela posse do menininho. Enquanto isso Mickey Hargitay alfinetava:  - Divorciei-me de Jayne porque descobri que, ao invés de coração, ela tem apenas um grande busto.
Meras palavras de um homem desprezado que logo após da briga de Jayne com Ottaviano correu para o seu lado em Hollywood, ganhando fama como eterno marido de Jayne.
 Certa vez quando perguntada o motivo de ter tantos filhos respondeu:
 - Adoro crianças! Elas são mais a razão da minha vida do que a minha própria carreira. Se Deus quiser, ainda terei muitos e muitos filhos. E, como já disse, não hesitarei em abandonar minha carreira por eles. Nunca o contrário.

Jayne Mansfield e sua filha mais velha: Jayne Marie.
Mas justamente o seu grande amor pelos filhos, acabou terminando em uma grande tragédia. Em fins de 66 seu pequeno Zoltan de apenas 6 anos de idade, teve o crânio fraturado e um braço amputado após ser atacado por um leão no zoológico de "Jungleland", onde a estrela posava para um filme comercial. Pode-se dizer que a insistenciade Jayne em ter sempre os filhos ao seu lado foi a principal causa da tragédia. Se ela tivesse feito como 90% das famosas e deixado Zoltan com a babá nada lhe teria acontecido. Mas Jayne sempre achou que as crianças devem ter todas as oportunidades de "good time" e não deixaria Zoltan em casa, sabendo da paixão dele por zoológico.
Jayne com Zoltan, no hospital.
Excentrica, ela criava uma espécie de onça em casa, que segundo ela era domesticada. Não tinha medo, e posava agarrada a ele. Mas não foi sua ona que a matou, mas sua paixão por velocidade. Terminou em um acidente automobilistio perto de New Orleans em uma madrugada de 67. Ao seu lado, o advogado Sam Brody que iria se tornar o seu 4º marido dali a algumas semanas. Morreram juntos, horrivelmente decapitados, quando um caminhão a sua frente diminuiu a velocidade e o chofer de Jayne não teve tempo para freiar o carro. Entre ambos, os cachorrios que Jayne tanto adorava. E no banco de trás, os três filhos de Hargitay: Miklos 8 anos, Zoltan (novamente ele) de 6, e Maria, de 3. Sofreram apenas escoriações gerais e um braço quebrado (Miklos), mas certamente jamais esquecerão do impacto da tragédia. Só não estava com ela Jayne Marie (que se recurara a acompnha-la porque não gostava do novo noivo da estrela, o acusava de te-la agredido.) e o pequenino Anthony que ficara com pai em L.A.

Jayne e todos os seus filhos.



Pode-se dizer que o amor maternal de Jayne Mansfield acompanhou-a até o ultimo momento, no prazer que possuia de ter os filhos consigo. Ela certamente gostaria de saber que apesar dos erros e escandalos foi citada como boa mãe em todos os obituários.



Bibliografia: Hollywood Nua e Crua - Dulce Damasceno de Brito Consiglio

5 comentários:

  1. Eu sabia que ela tinha morrido em um acidente de carro, mas não sabia da tamanha gravidade.

    Beijos, e obrigada por visitar o meu blogue.

    ResponderExcluir
  2. Eu já conhecia um pouco sobre a vida de Jayne Mansfield. Em verdade, ela não era tão má atriz, mas ficou estigmatizada justamente pelos fartos seios.

    Talvez o seu marido mais famoso seja mesmo o fisiculturista Mickey Hargitay (que morreu em 2006), e há mais registros dele com Mansfield através de fotos com poses atléticas (com Hagitay levantando Mansfield) e um filme em que eles contracenaram juntos, chamado "Os Amores de Hércules" (The Loves of Hercules), de 1962.

    Com todo amor maternal, obviamente Mansfield não era isenta de humanidade.

    Muito boa a matéria e a biografia. Dulce Damaceno de Brito foi colunista brasileira de Hollywood nos bons e velhos tempos.

    Grande abraço e um ótimo ano vindouro.

    ResponderExcluir
  3. A Jane Mansfield não era só bela por fora, mas por dentro. Pelo menos ela demostrava amar seus filhos e isto é raro quando se trata em atizes de Hollywood. Ela os levava, pois passava horas no trabalho e sabia que isto afetaria o relacionamento com seus filhos. Ela foi uma verdadeira mãe. Pelo menos não os deixava com babás ou os maltratava como certas atrizes e nem os abortou em nome de ter um corpão ou pela beleza. Teve dignidade na vida e na morte teve uma triste fatalidade.

    ResponderExcluir
  4. Ela não morreu decapitada. Esse boato se espalhou pq um reporter viu uma peruca e achou que era a cabeça, mas a cabeça dela estava no corpo assim como a do namorado dela. Só o pobre cachorrinho perdeu a cabeça. Tem até fotos no google que provam isso.

    ResponderExcluir
  5. Corrigindo dois erros: Jayne não foi decapitada no acidente e nem Zoltan, seu filho, teve o braço amputado no incidente do Zoológico ;)

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...